Afisa-PR

Rússia impõe restrições à importação de carne bovina e suína do Brasil

Em nota oficial o Serviço Federal de Controle Veterinário e Fitossanitário da Rússia (Rosselkhoznadzor) conta sua versão 

 

Crédito imagem: Sputnik & Elizabeth Azarova

 

O Serviço Federal de Controle Veterinário e Fitossanitário da Rússia (Rosselkhoznadzor), em notícia divulgada ontem (20-XI), afirmou:

[Tradução livre] "O Rosselkhoznadzor é obrigado a tomar medidas restritivas em relação à produção de carne suína e bovina fornecida à Rússia a partir do Brasil - De acordo com a atual legislação russa, o uso de ractopamina e outros estimulantes para o crescimento de massa muscular de animais, bem como a importação para a Rússia de produtos obtidos com o uso dessas substâncias, é proibida na produção de produtos alimentares.

Nem todos os países, incluindo aqueles que são fornecedores de produtos pecuários para a Rússia, apoiam essas práticas na produção de produtos. Assim, em 2013-2014, o Rosselkhoznadzor trabalhou ativamente com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil para organizar o fornecimento de produtos pecuários à Rússia, que cumpre os requisitos da legislação na ausência de ractopamina. O resultado das negociações realizadas em larga escala e complexas, bem como o trabalho realizado no Brasil para garantir o cumprimento rigoroso das empresas russas com os requisitos, foi realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil para fornecer à Rússia exclusivamente produtos feitos de carne animal que não fossem produzidas com ractopamina.

Infelizmente, o Rosselkhoznadzor é forçado a afirmar que, de acordo com os estudos laboratoriais, os estimulantes de crescimento banidos foram novamente detectados nos produtos [originários] da criação de gado do Brasil que chegaram à Rússia em 2017. O Serviço não exclui que o incumprimento de suas obrigações anteriores possa resultar em mudanças estruturais e pessoais importantes no Brasil, que também foram afetadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil.

Para regular a situação e obter informações confiáveis ​​do lado brasileiro, no dia 16 de novembro, o Rosselkhoznadzor enviou uma proposta ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil para conversar o mais rápido possível. No entanto, até a presente data o diálogo com o lado brasileiro não ocorreu.

Dada a gravidade da situação, o Rosselkhoznadzor é obrigado a tomar medidas urgentes para proteger os consumidores russos e o mercado interno de alimentos e a introduzir, a partir de 1º de dezembro deste ano, restrições temporárias sobre o fornecimento do Brasil à Rússia de todos os produtos obtidos [da criação] de suínos e bovinos."

Modificado em 21-1112017 em 1:56

 

Notícias vinculadas:

20/11/2017 - Россельхознадзор & Россельхознадзор вынужден принять меры ограничительного характера в отношении продукции свиноводства и говядины, поставляемой в Россию из Бразилии

20/11/2017 - Sputnik & Rússia impõe restrições à importação de carne bovina e suína do Brasil

 

Veja também o  Facebook da Afisa-PR e   @AFISAPR da Afisa-PR

Attachments:
Download this file (Официальный сайт.pdf)Официальный сайт.pdf[ ]437 kB