De Olho nos Ruralistas

Europa compra do Brasil comida produzida com agrotóxicos que ela proíbe

Atlas lançado na Geografia-USP mostra que país exporta alimentos com pesticidas banidos pela UE; 27 países importam café regado com 30 venenos que eles vetam

Por Alceu Luís Castilho

 

O Brasil exportou para 16 países da Europa mais de 13 milhões de toneladas de soja em 2016. Em grão, triturada, óleo ou farelo. Essa soja foi produzida com nada menos que 150 agrotóxicos diferentes. Detalhe: 35 deles são proibidos na União Europeia. Holanda, Alemanha, Espanha e França foram os principais importadores.

Os dados constam de pesquisa que está sendo lançada nesta segunda-feira (27/11) pelo Laboratório de Geografia Agrária da Universidade de São Paulo (USP). A professora Larissa Mies Bombardi vem trabalhando os dados há anos, no Brasil e no Reino Unido. E os apresenta em forma de mapas.

A Geografia do Uso de Agrotóxicos no Brasil e Conexões com a União Europeia aponta uma contradição estrutural: regras rígidas para a produção local, na Europa, mas olhos fechados para os métodos utilizados pelos países exportadores. O lançamento tem debate, hoje, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP).

No caso do algodão o número de agrotóxicos proibidos pela União Europeia e autorizados no Brasil chega a 47. Isso não impede países como Itália, Portugal, Alemanha e França de importarem o produto. O volume de algodão bruto exportado – em boa parte do Mato Grosso e do oeste baiano – é de 11.344 toneladas.

A exportação brasileira de milho em grãos para a Europa ultrapassou 1 milhão de toneladas em 2016. Eles foram produzidos com 120 agrotóxicos – 32 deles proibidos na União Europeia. Saíram de várias Unidades da Federação, com destaque para o Mato Grosso. Quem mais importou foi a Holanda. Depois, Espanha, Portugal e Itália.

A produção de celulose utiliza três agrotóxicos proibidos na Europa. Mas o volume exportado pelo Brasil é alto: 4,7 milhões de toneladas em 2016. O número de países europeus importadores, também: 16. Com Holanda, Itália, França e Bélgica à frente. E Espanha, Reino Unido e Alemanha com volumes significativos.

Do etanol às bananas

O etanol produzido com a cana de açúcar brasileira é importado pelo Reino Unido, pela Holanda e pela Bélgica. A cana é produzida com nada menos que 25 agrotóxicos proibidos pela União Europeia. Sete deles têm classificação toxicológica máxima, a de nível I. Em 2016, esses países importaram do Brasil 71.856 toneladas de etanol.

<<<<<Continue a ler no De Olho nos Ruralistas>>>>>

 

Notícias vinculadas:

25/04/2017 - Justificando & Agrotóxicos, violações de direitos e estado de exceção

21/08/2017 - Scielo & Associação entre malformações congênitas e a utilização de agrotóxicos em monoculturas no Paraná, Brasil

29/08/2017 - Nature & Agricultural pesticide use and adverse birth outcomes in the San Joaquin Valley of California

23/11/2017 - Brasil de Fato & Syngenta patrocina viagem de parlamentares ruralistas brasileiros à Suíça [Viagem ocorreu após proibição de uso no Brasil de substância produzida pela empresa transnacional] 

28/11/2017 - Rede Brasil Atual & No Brasil, um continente de monoculturas banhado em agrotóxicos [Atlas da Contaminação 2017, de Larissa Bombardi, da USP, descortina toda a violência silenciosa no campo brasileiro, que intoxica bebês e crianças, causa câncer e outras doenças, malformações e morte]

27/11/2017 - Repórter Brasil & Agrotóxicos: Brasil libera quantidade até 5 mil vezes maior do que Europa

24/11/2017 - MPA & Nem pop, nem tec: agro é crise

1º/11/2017 - Diário Causa Operária & Latifundiários jogam agrotóxicos nas aldeias para atacar indígenas

 

https://www.youtube.com/watch?v=wWQLI-sAF_s

01/12/2017 - Justificando & Agrotóxicos: o setor econômico do veneno não dorme 

04/12/2017 - Brasil de Fato & Parlamentares brasileiros e o lobby da Syngenta [No dia 19 de setembro a Anvisa publicou um documento em que manifestou seu voto pela interdição do herbicida] 

04/12/2017 - Brasil de Fato & Agricultura da morte: estudo mostra que produtos brasileiros têm alto nível de veneno [Países da União Europeia (UE) são os que mais compram produtos agrícolas com agrotóxicos do Brasil] 

05/12/2017 - Brasil de Fato & Agrotóxicos como arma química: a permanente guerra agrária no Brasil
[Venenos agrícolas são usados como tática de guerra contra as comunidades quilombolas]

 

Veja também:  Facebook da Afisa-PR &  @AFISAPR da Afisa-PR