Afisa-PR

Encontro teve como tema central a proibição da carne brasileira

Autoridades russas destacaram que proíbem o uso da ractopamina na produção de carne

 

 

Crédito imagem: Rosselkhoznadzor

 

Em 18 de janeiro, realizou-se em Berlim, Alemanha, um encontro entre o chefe do Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) Sergey Dankvert e o representante brasileiro do órgão congênere. Segundo o Rosselkhoznadzor, o tema central desse encontro foi a discussão da proibição pelo Rosselkhoznadzor da carne importada do Brasil em virtude da presença do hormônio de crescimento muscular ractopamina (autorizado no Brasil), cujo uso é proibido na Federação da Rússia.  

Sergey Dankvert lembrou que há vários anos uma ocorrência semelhante foi detectada. Nesta ocasião, segundo os russos, as autoridades brasileiras "conseguiram encontrar uma maneira de fornecer à Rússia carne segura e compatível com os  padrões da legislação" da União Econômica da Eurásia, porém, algum tempo depois o "serviço veterinário brasileiro perdeu o controle da situação".

O lado embargado apresentou aos russos "materiais oficiais sobre as violações dos requisitos veterinários e sanitários detectados na carne brasileira" relacionados à presença de ractopamina. Ao mesmo tempo, afirmaram que o Brasil "havia revisado completamente sua abordagem" com relação ao uso de hormônios de crescimento muscular em animais. As autoridades russas destacaram, em particular, que proíbem o uso da ractopamina na produção de carne.

Neste contexto, foi sugerido que se poderia organizar uma inspeção oficial russa (na fase de criação dos animais) nos estabelecimentos produtores brasileiros que não usam a ractopamina. Os brasileiros ficaram de apresentar ao Rosselkhoznadzor uma lista de estabelecimentos nessa situação.

Com base na notícia de 18 de janeiro do Rossselkhoznadzor "Sergey Dankvert Met Brazilian Colleagues to Discuss Mutual Trade Issues", não há declaração do lado russo de qualquer compromisso de rápida avaliação da reabertura de mercado para a carne do Brasil. Na mesma data, o Sputnik tinha informado na notícia "Rússia se compromete a avaliar rapidamente a reabertura ao mercado a carne do Brasil" que de "acordo com comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do Ministério, o governo russo comprometeu-se a 'avaliar com o máximo de celeridade, uma vez que o Brasil é um importante fornecedor' do país."

 

Matérias vinculadas:

18/01/2018 - Rosselkhoznadzor & Sergey Dankvert Met Brazilian Colleagues to Discuss Mutual Trade Issues

18/01/2018 - Russia Beyond & Rússia impede importação de 42 toneladas de carne brasileira ilegal

18/01/2018 - Sputnik & Rússia se compromete a avaliar rapidamente a reabertura ao mercado a carne do Brasil

19/01/2018 - Afisa-PR & Cloridrato de ractopamina foi banido em 160 países! E no Brasil? 

21/12/2017 - Russia Beyond & Rússia não levantará sanções a carne brasileira

 

Veja também o  Facebook da Afisa-PR e   @AFISAPR da Afisa-PR