Afisa-PR

Exportação de carne aos EUA: USDA/FSIS realizou uma auditoria de equivalência no Brasil

O relatório Final Report of an Audit Conducted in Brazil descreve a auditoria de verificação de equivalência feita em meados de 2017 pelo USDA & FSIS no Brasil: seu objetivo foi determinar se o sistema de inspeção de carne brasileiro equivale ao norte-americano, com capacidade de exportar carne segura, saudável, não adulterada e corretamente embalada e rotulada. O resultado da auditoria não foi completamente favorável. O Brasil voltará a exportar carne fresca para os EUA?

 

 

Crédito imagem: MarketWatch

 

Entre os dias 15 de maio a 2 de junho do ano passado, o U. S. Department of Agriculture (USDA) & Food Safety and Inspection Service (FSIS) efetuou uma auditoria1 de verificação de equivalência sobre os serviços de inspeção de origem animal prestados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) & Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) & Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (DIPOA).

A auditoria norte-americana produziu o relatório de auditoria Final Report of an Audit Conducted in Brazil que à época investigou — disponível aqui sua tradução livre para o português — se o sistema oficial de inspeção de carne do Brasil continuava equivalente ao dos EUA e auferiu a capacidade brasileira de exportar produtos à base de carne que sejam seguros, saudáveis, não adulterados e corretamente embalados e rotulados.

No final de junho do ano passado, quando o USDA determinou a suspensão de todas as importações de carne bovina in natura do Brasil devido às “preocupações recorrentes sobre a segurança da carne destinada ao mercado americano”, cuja suspensão dos embarques, segundo os americanos, “permanecerá em vigor até que o Ministério da Agricultura do Brasil tome medidas corretivas que o USDA considere satisfatórias”. Em decorrência desse relatório de auditoria, o Brasil levou um novo golpe contra sua exportação de carne bovina fresca.

À época dessa auditoria, segundo o FSIS, o Brasil era autorizado para exportar carnes cruas processadas, prontas para consumo (ready-to-eat, RTE), não prontas para consumo (not ready-to-eat, NRTE) e processadas ​​termicamente, comercialmente estéreis (thermally processed, commercially sterile, TPCS) e produtos cozidos (RTE) aos EUA.

Conforme o relatório de auditoria, os auditores do FSIS concentraram-se em seis componentes de equivalência de sistemas: supervisão do governo (organização e administração); autoridade estatutária do governo, segurança alimentar e outras normas de proteção ao consumidor (operação do sistema de inspeção, padrões e rotulagem da carne e manipulação humana); saneamento do governo; sistema governamental de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC); programas governamentais de testes de resíduos químicos do governo  e programas governamentais de testes microbiológicos.

Conforme o relatório (Final Report of an Audit Conducted in Brazil, Executive Summary, i) do FSIS, seus auditores identificaram as seguintes constatações sistêmicas no serviço de inspeção de produtos de origem animal do Brasil:

1 – No âmbito de sua supervisão governamental a Autoridade Central Competente (Central Competent Authority, CCA): 

1.2 – Não “desenvolveu políticas e procedimentos para identificar áreas potenciais onde possam surgir conflitos de interesse entre o pessoal de inspeção” e os frigoríficos sob certificação de elegibilidade para exportar carne aos EUA;

1.3 – Não verifica se as “informações regulamentares fornecidas ao auditor fiscal federal agropecuário (supervisory official veterinarian, SOV) são consistentemente informadas aos seus subordinados”;

1.4 – Não verifica se “os inspetores de frigorífico desempenham suas funções atribuídas de maneira consistente com as instruções emitidas” e

1.5 – Não “desenvolveu procedimentos para padronizar a avaliação de competência e desempenho do pessoal de inspeção nos frigoríficos sob certificação de elegibilidade” para exportar carne aos EUA.

2 – No âmbito da autoridade estatutária do governo, regulamentos de segurança alimentar e demais regulamentos de defesa do consumidor:

2.1 – Os procedimentos de inspeção post-mortem implementados “são inadequados para garantir que apenas as carcaças de animais abatidos saudáveis, isentas de contaminação e defeitos recebam” a marca oficial de inspeção para exportação aos EUA;

2.2 – A carne brasileira processada ​​termicamente, comercialmente estéreis (thermally processed, commercially sterile, TPCS), reinspecionada no ponto de entrada (port of entry, POE) dos EUA, “demonstra uma tendência de violações anormais de contêineres” e

2.3 – As autoridades governamentais de nível superior “não revisaram e acompanharam adequadamente os relatórios periódicos de supervisão e os planos de ação”.

3 – No âmbito do saneamento governamental:

3.1 – O “pessoal de inspeção não aplica adequadamente os requisitos regulamentares de saneamento para evitar a criação de condições insalubres e a contaminação direta da carne”.

4 – Sistema APPCC do (Hazard Analysis and Critical Control Point, HACCP) do governo:

4.1 – O “pessoal de inspeção não avalia com precisão o projeto e a implementação da APPCC nos frigoríficos e não realizam amostragem de produtos para uma adequada verificação”.

5 – Teste de resíduos químicos do governo:

5.1 – Os métodos oficiais de análise química usados ​​pelos laboratórios do governo “são inconsistentes com os requisitos” exigidos pelo FSIS; e

5.2 – A CCA “não instruiu os frigoríficos e os inspetores de frigoríficos para manterem as carcaças de gado que foram selecionadas para amostragem de resíduos químicos” até que fossem recebidos seus resultados aceitáveis.

O relatório de auditoria do FSIS alega que “durante a reunião final da auditoria”, o MAPA & SDA & DIPOA (CCA) comprometeu-se a abordar os resultados preliminares apresentados pelos norte-americanos. O FSIS, em seu relatório, alega que recebeu uma “resposta por escrito da CCA abordando todas as preocupações pendentes identificadas no relatório final de auditoria”. O FSIS afirma que “avaliará a adequação das ações corretivas propostas e baseará suas atividades nas informações recebidas para verificação futura de equivalência”.

O relatório de auditoria Final Report of an Audit Conducted in Brazil relata também que de janeiro de 2015 a 30 de abril de 2017, o FSIS permitiu a importação do Brasil de 170.258.792 libras (77228,08 toneladas) de carne bovina e 12.466.998 libras (5654,93 toneladas) de produtos suínos. Destes, o FSIS rejeitou 1.402.384 libras (636,11 toneladas) de carne bovina e 7.904 libras (3,58 toneladas) de carne suína no porto de entrada (POE) devido a violações dos requisitos de segurança alimentar exigidos pelos EUA, incluindo lesões patológicas em carne crua, carne crua contaminada, produto fora de condição, adulteração e recipientes anormais de carne processada ​​termicamente, comercialmente estéreis (TPCS).

Em 18 de março de 2017, segundo seu relatório, o FSIS informou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) sua decisão de intensificar a fiscalização sobre todos os produtos de carne exportados ao EUA para garantir a equivalência dos sistemas, após uma investigação brasileira relatar escândalos de suborno na fiscalização da carne. O FSIS instituiu 100% de reinspeção de todos os produtos de carne vindos do Brasil. O aumento do nível de reinspeção incluiu a realização de exame da carne em 100% dos lotes, condição de exame de recipiente de 100% de carne processada ​​termicamente, comercialmente estéril  (thermally processed, commercially sterile, TPCS) e 100% de testes de carne crua processada, pronta para consumo (ready-to-eat, RTE), para detecção de contaminação por Salmonella e Listeria monocytogenes, bem como testes de 100% de aparas de carne bovina  para detecção de Salmonella e STEC (Escherichia coli produtora de toxina shiga).

Em 14 de junho de 2017, durante o período de pós-auditoria, o FSIS notificou o MAPA sobre um aumento no número de casos descobertos no porto de entrada (port of entry, POE) de violação dos padrões de segurança alimentar na carne bovina crua do Brasil. Além disso, o FSIS expressou preocupação com relação à supervisão do sistema de inspeção de carnes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Em 22 de junho de 2017, o FSIS notificou o MAPA sobre inúmeras violações adicionais descobertas no porto de entrada (POE) envolvendo a presença de abscessos, ingesta e material estranho não identificado encontrado em aparas de carne bovina desossada de vários estabelecimentos sob certificação de elegibilidade para exportar carne aos EUA,  fato “que indicava um problema de todo o sistema” de inspeção do Brasil. Essa notificação afirmava também que o FSIS havia recusado a entrada em 45 lotes de carne desossada adulteradas por abcessos, material estranho não identificado etc., violando assim a FMIA Federal Meat Inspection Act dos EUA, que proíbe a importação de produtos de carne adulterados. O FSIS informou ao MAPA que, devido a essa tendência, havia sido decidido pela suspensão da elegibilidade das importações de todos os produtos de carne bovina crua do Brasil. Na mesma notificação, o FSIS informou ao MAPA que, para retomar o transporte de carne bovina in natura, o Brasil precisava “realizar uma revisão abrangente do seu programa de inspeção de segurança alimentar para determinar as questões sistêmicas que precisaram ser abordadas” pelo MAPA (Central Competent Authority, CCA), com o objetivo de garantir que todos os frigoríficos exportadores de carne bovina “intacta” aos EUA “atendessem os requisitos de equivalência exigidos pelo FSIS”.

Ainda, em atenção às descobertas dos auditores norte-americanos, o FSIS exige que cada carcaça de animal abatido seja inspecionada para garantir que apenas as saudáveis, ​​livres de contaminação e defeitos, recebam a marca oficial de inspeção. O FSIS reportou ao MAPA (CCA) múltiplas violações verificadas no porto de entrada (POE) que envolviam a presença de lesões patológicas (abscessos) em carne bovina crua exportada aos EUA a partir de frigoríficos sob certificação de elegibilidade. As constatações de auditoria “observadas sob este componente e as violações detectadas e relatadas no porto de entrada (POE)”, segundo o FSIS, “ilustram que a inspeção post-mortem (post-mortem inspection, PMI) da carne bovina brasileira não é adequado para garantir que somente carcaças saudáveis, não adulteradas, livres de contaminação e defeitos recebam” a marca oficial de inspeção que atenda as exigências de equivalência dos EUA.

Segundo o relatório do FSIS, seus auditores verificaram que o MAPA (CCA) desenvolveu processos para avaliar os programas de segurança alimentar dos frigoríficos, para auditar suas instalações e para avaliar sua conformidade com os requisitos do FSIS antes de conceder-lhes a certificação de elegibilidade para exportação de carne aos EUA. No entanto, para o FSIS, “são inadequados a concepção e implementação dos controles regulatórios de segurança alimentar da CCA”.

Além dessas questões, o Final Report of an Audit Conducted in Brazil aponta outros problemas, visto que relata que a CCA:

1 - Não inclui como parte da seleção, “políticas e procedimentos para determinar se os inspetores estão livres de qualquer potencial conflito de interesse que possa surgir quando iniciam suas atividades oficiais” nos frigoríficos onde são designados para trabalhar. Não “desenvolveu políticas e procedimentos” para verificar se os auditores fiscais federais agropecuários (Supervisory Official Veterinarians, SOVs) que atuam em todos os frigoríficos sob certificação de elegibilidade “repassam consistentemente continuo treinamento aos seus subordinados”;

2 – Não possui “um método padronizado” para que os “supervisores avaliem e documentem os níveis de competência e o desempenho individual do pessoal de inspeção do frigorífico”;

3 – A fiscalização dos requisitos das autoridades reguladoras “é inadequada para atender aos critérios que regem o sistema de inspeção de carne dos Estados Unidos”;

4 – O sistema oficial de inspeção de carnes do Brasil desenvolveu exigências regulatórias para todos os frigoríficos sob certificação de elegibilidade para viabilização de programas de saneamento, entretanto, seu projeto e implementação “são inadequados para evitar a criação de condições insalubres e evitar a contaminação direta da carne” e

5 – A auditoria do FSIS verificou que o MAPA exige que os estabelecimentos regulamentados desenvolvam e implementem programas no âmbito da Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC), no entanto, “a supervisão fornecida é ineficaz”.

__________________

1 Vide 3-8-2015 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & USDA/FSIS aponta falhas significativas na inspeção de produtos de origem animal no Brasil [O problema do inconstitucional e ilegal projeto de lei 334 de 2015]

Modificado em 18-6-2018 em 15:34

 

Matérias vinculadas:

22-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O Brasil é considerado um país-chave no mercado mundial de carne [Porém, o Brasil, ao invés de se preparar para se fixar cada vez mais e de se  manter com sucesso no mercado global de carne, optou por ser “colecionador” de suspensões, embargos e bloqueios]

19-7-2019 - Agência Brasil & Ministério da Agricultura demite servidores envolvidos na Carne Fraca [Servidores de Londrina já tinham sido afastados das funções]

19-7-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: a perda do significativo mercado de carne da Rússia [O Brasil respondia por 90% da carne suína importada pela Rússia! Hoje, corresponde a 0%! E os responsáveis?]

19-7-2019 - Agência Brasil & Ministério da Agricultura demite servidores envolvidos na Carne Fraca [Servidores de Londrina já tinham sido afastados das funções]

1-6-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Concorrência estrangeira da carne do Brasil: a ICMSA e a “oportunidade perfeita” [A “oportunidade perfeita” criada pelo Conselho de Relações Exteriores da União Europeia (UE) capaz de impedir a facilitação do ingresso da carne sul-americana pelo acordo Mercosul & UE]

31-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: O país livre de febre aftosa com vacinação [Os responsáveis prometem área livre de febre aftosa sem vacinação para 2026. Porém, alcançado o objetivo com vacinação, as portas de importantes importadores — EUA, Rússia e União Europeia (UE) — novamente se abrirão para a proteína animal do país?]

30-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Nova Zelândia dá exemplo de intervenção pública em vigilância de defesa sanitária animal [E no Brasil? Operações policiais e infeliz coleção de suspensão, restrição e bloqueio! Até quando a ineficiência estabelecida pela política partidária e pelo setor privado contra o serviço público será “premiada”?]

29-5-2018 - Portal BDO & Mapa finaliza mudanças na defesa agropecuária [Projeto prevê criação de agência para contratação de técnicos avulsos; auditores fiscais questionam]

29-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & United States Cattlemen's Association (USCA) mostra disposição para impedir que os EUA voltem a importar carne bovina do Brasil [A USCA prometeu continuar a pressionar a Administração e o Congresso norte-americanos para manter a proibição da carne brasileira. A única saída para o Brasil: trabalhar por uma fiscalização agropecuária pública — e não privatizada ou terceirizada — plena e de excelência]

21-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Bloqueios internacionais contra a carne do Brasil provoca fechamento temporário de plantas frigoríficas [Para evitar grave prejuízo socioeconômico do país é obrigatório, fundamental e imprescindível manter um eficiente sistema de fiscalização agropecuária pública]

17-5-2018 - GlobalMeat & Brazil tradee unrest risks further plant suepensions for Aurora

17-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Senadores dos EUA propõem projeto de lei bipartidário para facilitar o comércio interestadual da carne [A concorrência da carne brasileira se organiza. Mais um aperto contra a carne sul-americana]

15-5-2018 - GlobalMeat & EU removes 12 BRF sites from export list [Brazilian processor BRF has had 12 of its facilities deslisted from its European export list]

15-5-2018 - Agência Brasil & UE proíbe importação de 20 frigoríficos brasileiros a partir de amanhã [Projeção feita recentemente pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) indica que o embargo da União Europeia ao frango brasileiro deverá gerar, neste ano, perda de 30% sobre o total do produto exportado pelo Brasil para o bloco, que é composto por 28 países. A decisão de embargo terá impacto em 20 plantas exportadoras (unidades de produção) de nove empresas. De acordo com a ABPA, o Brasil é o maior exportador de carne de frango do mundo. Ao longo de quatro décadas, o país embarcou mais de 60 milhões de toneladas de carne de frango, em mais de 2,4 milhões de contêineres para 203 países]

14-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & União Europeia (UE) publicou o Regulamento de Execução (UE) 2018/700 contra a carne do Brasil [O Anexo do Regulamento de Execução (UE) 2018/2017 discrimina a relação dos frigoríficos brasileiros que deixaram de se enquadrar no art. 12 do Regulamento (CE) nº 854/2004 da União Europeia, portanto, impedidos de exportar carne. O Estado do Paraná, líder na produção de carne de frango, é o maior prejudicado!]

11-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Fiscalização da carne: Associação dos fiscais agropecuários do Paraná reivindica adoção do sistema similar ao inglês de CFTV [Carta reivindicatória foi protocolada ao ministro Blairo Maggi do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento & Inspection of meat: Association of Inspectors of Agricultural and Livestock Defense of Paraná asks adoption of system similar to CCTV English & The Letter reinvindicatory was filed to the Minister Blairo Maggi from the Ministry of agriculture, livestock and supply food] 

10-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: O dia da “sessão solene especial” da Assembleia Legislativa [Determinadas circunstâncias não podem ser admitidas no âmbito da fiscalização agropecuária pública que tem a obrigação institucional de preservar seu caráter autônomo, sob pena de perder sua confiabilidade]

11-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Fiscalização da carne: Associação dos fiscais agropecuários do Paraná reivindica adoção do sistema similar ao inglês de CFTV [Carta reivindicatória foi protocolada ao ministro Blairo Maggi do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento]

10-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: O dia da “sessão solene especial” da Assembleia Legislativa [Determinadas circunstâncias não podem ser admitidas no âmbito da fiscalização agropecuária pública que tem a obrigação institucional de preservar seu caráter autônomo, sob pena de perder sua confiabilidade]

10-5-2018 - IEG Vu & Brazil wrong to challenge EU poultry curbs at WTO, expert warns [Brazil’s Agriculture Minister Blairo Maggi has once again stated his intention to launch a WTO challenge against EU restrictions on Brazilian poultry. For one local veteran of previous Brazilian trade disputes however – this would be a ‘complete mistake’]

5-5-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Inglaterra aprova legislação que obriga seus frigoríficos adotarem CFTV [E no Brasil? E no Paraná? No Brasil, o relatório de auditoria Final Report of an Audit Carried in Brazil de 2017 — e seus anexos Competent Authority comments on the draft report e Competent Authority response to the report recommendations — da Comissão Europeia (CE), evidencia as inconformidades na inspeção oficial de produtos de origem animal.  No Paraná, via Portaria 158, segundo o próprio Ministério da Agricultura, adota-se a inconstitucional e ilegal terceirização da inspeção oficial de produtos de origem animal a qual, obrigatoriamente, deveria ser feita pelo Poder Público. A “autofiscalização” privada da carne ou terceirização da inspeção oficial implica que empresas privadas de “inspeção” sejam contratadas e remuneradas pelos próprios frigoríficos] 

4-5-2018 - Independent & CCTV becomes legal requirement in all English abattoirs [Cameras will have to be present in every abattoir in England in all areas where live animals are present]

4-5-2018 - British Veterinary Association & CCTV becomes legal requirement in all English abattoirs [Legislation making CCTV mandatory in all abattoirs in England has come into force from today]

4-5-2018 - Gov.UK & CCTV becomes mandatory in all abattoirs in England [Legislation requiring CCTV in all abattoirs in England comes into force today]

4-5-2018 - Gov.UK & CCTV in slaughterhouses: rules for operators [Guidance for the operators of slaughterhouses in England on how to comply with the rules on the mandatory use of Closed Circuit Television (CCTV)]

4-5-2018 - Sustain & Fears over meat safety as abattoir inspections almost halve [An investigation by The Times shows that there has been a 40% reduction in abattoir inspections by the Food Standards Agency over the past six years]

3-5-2018 - G1/Paraná RPC & Encontro de embaixadores da União Europeia acontece no Paraná [O embaixador João Gomes Cravinho, resumidamente, discorre sobre o bloqueio de 20 frigoríficos de carne do Brasil. Ele é taxativo ao afirmar que o sistema de fiscalização agropecuária dos países é baseado na confiança — porque não há como promover fiscalização [apenas auditoria] sobre os países, obviamente — e que o Brasil quebrou essa confiança. Ele também afirma que os produtos agropecuários do Brasil são excelentes, e que por isso merece ter um controle sanitário do mesmo nível, disse ainda que os brasileiros e os agropecuaristas merecem um sistema de controle sanitário melhor]

30-4-2018 - The Public Service Union & The UK’s disappearing meat hygiene inspectors [Who is checking our meat is safe?]

26-4-2018 - Independent.ie & Hogan stands firm on Mercosur as EU delists Brazilian suppliers [Mr Hogan said the delisting of the 20 establishments "clearly shows" the controls and traceability systems that the EU has in place are working]

25-4-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Congressistas americanos repudiam a “autofiscalização” privada da carne! [O governo dos EUA atua há vários anos para tentar privatizar sua fiscalização de produtos de origem animal. O “modelo” privaticionista norte-americano chama-se Inspection Models Project, que preconiza a instalação de alguns “frigoríficos piloto” de suínos e de aves  para “operar” sob o binômio Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle  e avaliação/monitoramento do USDA e FSIS. E no Brasil?? A União Europeia (EU) bloqueou a carne brasileira e entre as inconformidades apontadas em seu Relatório de Auditoria está a inconstitucional e ilegal “autofiscalização” privada da carne!]

23-4-2018 - Food Safety News & Union’s allies in House again come out against new swine rule

23-4-2018 - Rosa Delauro & DeLauro, Pocan Tell Secretary Perdue to Withdraw Swine Slaughter Rule [WASHINGTON, DC (April 23, 2018) — Today, Congresswoman Rosa DeLauro (CT-03) and Congressman Mark Pocan (WI-02) led a letter with 61 of their colleagues urging the United States Department of Agriculture (USDA) Secretary Sonny Perdue to withdraw the Modernization of Swine Slaughter Inspection proposed rule. The rule would allow an unlimited increase in swine slaughter line speeds, endangering workers’ safety, public health, and animal welfare]

22-4-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Bloqueio da União Europeia (UE) à carne brasileira: Afisa-PR questiona ex-secretário da agricultura do Paraná [O ex-secretário estadual da agricultura do Paraná afirma que é profissional da área e que está preocupado com o bloqueio europeu à carne brasileira, porém, o que ele tem a dizer à população, visto que na sua gestão permitiu-se no território paranaense justamente o que a União Europeia (UE) rejeita, ou seja, a “autofiscalização” privada da carne]

20-4-2018 - Food Navigator & Brazil plans WTO appeal in ‘trade war’ as EU bans poultry imports

20-4-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: O preço do descaso com a coisa pública! [EUA, Rússia e União Europeia deram um duro recado às autoridades responsáveis!] 

20-4-2018 - RFI & Le Figaro: mercado brasileiro da carne ficará marcado por escândalos sanitários [O anúncio do bloqueio pela União Europeia da importação de carne de 20 frigoríficos brasileiros repercute na imprensa francesa desta sexta-feira (20). Os jornais acompanham com atenção os desdobramentos da Operação Trapaça, que revelou irregularidades nas inspeções sanitárias dos frigoríficos do Brasil]

20-4-2018 - 20 Minutes & Brésil: Vingt entreprises perdent le droit d'exporter vers l'UE après le scandale de la viande avariée [CORRUPTION Des entreprises avaient corrompu des inspecteurs des services d'hygiène pour qu'ils considèrent de la viande avariée comme propre à la consommation...]

20-4-2018 - Rede Brasil Atual & Embargo à exportação de frango pode afetar emprego de 40 mil trabalhadores [Para confederação dos trabalhadores na alimentação, embargo da União Europeia por suposta contaminação é desmedido. Mas resulta de resposta desastrosa do governo a "espetáculos" da PF contra o setor]

19-4-2018 - Le Figaro & Scandale de la viande avariée au Brésil: 20 entreprises perdent le droit d'exporter vers l'UE [L'Union européenne va supprimer 20 établissements brésiliens de la liste des entreprises autorisées à exporter de la viande vers les 28 pays membres, plus d'un an après l'éclatement du scandale de la viande de boeuf avariée, a annoncé jeudi la Commission européenne]

19-4-2018 - RFI & União Europeia proíbe importação de carne de 20 frigoríficos brasileiros [A União Europeia (UE) proibiu 20 frigoríficos brasileiros de exportarem carne bovina e carne de frango para os países do bloco. Com o embargo, que entra em vigor 15 dias após a decisão ser oficialmente publicada, essas empresas estão descredenciadas da lista de fornecedores europeus. A decisão foi votada em unanimidade e a reabilitação destas empresas pode levar anos. A Comissão Europeia, que fez o anúncio nesta quinta-feira (19), alega problemas sanitários nos produtos. Em relação à carne de fr ango, o problema principal é a questão da bactéria salmonela]

18-4-2018 - Euromeat News & EU's ban on Brazilian chicken is heading to WTO [Europe is planning to block exports five other BRF poultry plants and to revoke credentials for other producers in the country while Brazil is threatening with a WTO complaint]

17-4-2018 - Reuters & EU expected to block Brazil chicken exports: agriculture minister 

17-4-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: A UE bloqueará a exportação de carne de frango do Brasil!? [Não faltam argumentos para os europeus]

13-4-2018 - Gazeta do Povo & Delator diz que deputado paranaense “queria mais dinheiro” na Carne Fraca; ouça [Daniel Gonçalves Filho, que fechou colaboração premiada na Carne Fraca, acabou citando o nome do deputado federal João Arruda (PMDB-PR), que nega]

29-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: "Autofiscalização" privada e o "incentivo" ao consumo de carne no Paraná [Os consumidores paranaenses são informados sobre quais frigoríficos operam com "autofiscalização" privada da carne no Paraná?]

23-3-2018 - Global Meat News & Irish farmers accuse EU of naivety [The Irish Farmers' Association (IFA) has accused EU trade commissioner Cecilia Malmström of being naive to believe that the Brazilians are going to conform to the rules in any Mercosur trade agreement with the EU, especially with regard to meeting EU standards on beef or other meat imports]

22-3-2018 - Greenpeace & Para agronegócio, brasileiro ainda é consumidor de segunda categoria [Novo escândalo no setor de carne expõe a fragilidade dos frigoríficos em garantir produção livre de desmatamento e irregularidades – e quem paga é o consumidor]

19-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Indústria da carne de frango dos EUA, já contemplada com “autofiscalização” privada, quer mais [Indústria da carne de frango dos EUA, não contente com a “autofiscalização” privada, agora pressiona o U. S. Department of Agriculture (USDA) pelo aumento da velocidade nas suas linhas de produção – É o que denuncia o Food & Water Watch] 

18-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Opinião da Direx: Indicações da política partidária, corruptores, corrompidos, “autofiscalização” privada da carne etc. [Diante de tanto descalabro em detrimento da fiscalização agropecuária promovida pelo Poder Público, a Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) reforça seus alertas]

17-3-2018 - Gazeta do Povo & Carne Fraca: “Eu tinha que fazer caixa com empresários para pagar deputado”, diz delator [“Eu estou aqui para cooperar, reconhecer meus crimes, meus erros, dizer que o Mapa tem bons profissionais, pessoas competentes, mas tem muita patologia, não só no Paraná, mas em todo Brasil. Envolve servidor público, empresário, político. Corrupção sistêmica”, disse ele. “Cito aqui o anexo 24 do acordo de colaboração premiada do Wesley Batista: ele afirma que a JBS pagava de R$ 1 mil a R$ 20 mil a todos os fiscais que trabalhavam nas plantas. E não são poucas plantas”, exemplificou Daniel]

16-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Insegurança alimentar: como a África do Sul é assolada pelo maior surto de listeriose do mundo [A listeriose, que tem alto índice de mortalidade, causa um impacto devastador em toda a indústria da carne sul-africana. Enquanto isso no Brasil, vários atores fomentam a "autorregulação" privada da carne em prejuízo da segurança alimentar e do interesse público]  

15-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Opinião da Direx: Proteína animal, ilusões e apologia à ilegalidade [Constitucionalmente, a fiscalização agropecuária promovida pelo Poder Público é atividade típica de Estado e não delegável ao setor privado] 

15-3-2018 - Food Navigator & Mérieux NutriSciences' labs targeted in Carne Fraca investigation

13-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)“Autofiscalização” privada: Fiscais agropecuários da carne do USDA & FSIS fazem graves denúncias [Trata-se do programa governamental preconizado pelo United States Department of Agriculture (USDA) chamado HIMP - HACCP-Based Inspection Models Project que atualmente é testado em alguns frigoríficos piloto, antes de ser adotado como “regra” e expandido para todos os demais frigoríficos norte-americanos - no Brasil, infelizmente, certas autoridades e certos congressistas também intencionam um “HIMP” piorado!]

9-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)EUA: Privatização da inspeção do abate de aves intensificará o uso de produtos químicos [Em Qual é o problema da inspeção da carne?] [“Nos EUA, conforme o Food & Water Watch, em vez de diminuir o ritmo da produção para garantir o fornecimento de carne segura e saudável, a indústria apela para produtos químicos para tentar desinfetar bactérias como a Salmonella  e esterilizar as fezes que ainda podem estar na carne processada.” (Food & Water Watch) - E no Brasil querem impor, via os projetos de lei 334 e 326, o “HIMP” piorado em prejuízo da fiscalização agropecuária promovida pelo Poder Público] 

7-3-2018 - Gazeta do Povo & Um dia após Operação Trapaça, cidade ‘refém da BRF’ no Paraná vive clima de luto [Funcionários e terceiros relatam menos abates e carregamentos cancelados. Prefeitura se mostra preocupada com o futuro da própria cidade]

5-3-2018 - Gazeta do Povo & Carne Fraca: “braço-direito” do chefe de esquema de propina implica políticos do Paraná

5-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Opinião da Direx: Desmascarada a “autofiscalização” privada da carne [Mais uma aterradora descoberta da Polícia Federal, ou seja, a prática de adulteração criminosa de testes laboratoriais para burlar a legislação como prática de “política” de “segurança alimentar” em detrimento da saúde da população] 

4-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & No Reino Unido mais da metade dos frigoríficos apresentam violações de higiene e segurança alimentar [A dimensão dos problemas que envolvem a segurança alimentar e a higiene em grande parte dos frigoríficos processadores de carne do Reino Unido é revelada por uma nova análise, que mostra que mais de metade de todos os frigoríficos auditados tiveram nos últimos três anos pelo menos uma violação “importante” em segurança alimentar]

4-3-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Governo britânico promete exigir câmeras de televisão em todos os frigoríficos [Desde a investigação secreta promovida pelo jornal The Guardian e da ITV que revelaram práticas de insegurança alimentar, o governo britânico promete exigir a instalação de CCTVs (câmeras de televisão em circuito fechado) em todos os frigoríficos de corte de carne da Grã-Bretanha]

28-2-2018 - Avicultura Industrial & Regras para exportação de aves para União Europeia passam por mudanças [Medida foi tomada depois de auditoria do bloco econômico]

27-2-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Presidente da Irish Farmers’ Association (IFA) da Irlanda critica a carne brasileira [“O presidente da IFA disse que a carne bovina brasileira não é sustentável, pois não cumpre as normas da UE sobre as questões-chave de rastreabilidade, segurança alimentar, bem-estar animal e meio ambiente”]

26-2-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)A ascensão de um perigoso e nocivo “sistema” de inspeção de carne [Sob o pretexto da “modernização”, a Trump's Pork Rule privatiza os deveres de trabalho dos fiscais agropecuários do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) & Serviço de Inspeção e Segurança Alimentar (FSIS) e os “transfere” aos empregados dos frigoríficos que não são treinados para a “inspeção” de produtos de origem animal]

25-2-2018 - JDD & Glyphosate, bio, plan loup : ce que dit Nicolas Hulot au JDD ["En l'état, ce traité n'est pas acceptable. Il serait trop préjudiciable, notamment pour nos agriculteurs et la France a des lignes rouges très claire", tranche Nicolas Hulot] 

25-2-2018 - Acordo Mercosul-UE é "inaceitável", diz ministro francês [Em uma entrevista concedida ao diário francês "Journal du Dimanche", neste domingo (25), o ministro francês da Transição ecológica, Nicolas Hulot, declarou que o tratado de livre-comércio entre a União Europeia e o Mercosul, formado por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, é inaceitável] 

24-2-2018 - RFI & Macron é vaiado no Salão da Agricultura de Paris [Os agricultores franceses, preocupados com um possível acordo comercial entre a União Europeia (EU) e o Mercosul, receberam com vaias neste sábado (24) Emmanuel Macron, em sua primeira visita como presidente ao Salão da Agricultura de Paris]

23-2-2018 - Le Figaro & Qu'est-ce que l'accord UE-Mercosur qui inquiète tant les agriculteurs? [FOCUS - Alors que les négociations reprennent aujourd'hui, les agriculteurs français espèrent profiter du Salon de l'agriculture pour faire entendre leur opposition à cet accord de libre-échange qui pourrait être signé d'un jour à l'autre]

23-2-2018 - The Guardian & Fear of meat scandal as data shows hygiene breaches at over half UK plants [Almost two-thirds of audited meat plants in breach of safety rules in England, Wales and Northern Ireland & On average, 16 major failings recorded every week over the past three years]

23-2-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Opinião da Direx: O que os agricultores franceses acham da carne produzida pelos países do Mercosul? Opinion de la Direx: Que pensent les agriculteurs français de la viande produite par les pays du Mercosur? [Estão em discussão entre os agricultores franceses questões ligadas à vigilância e defesa sanitária animal e à segurança alimentar]

22-2-2018 - RFI & Macron recebe agricultores indignados com acordo UE-Mercosul [O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu nesta quinta-feira (22) agricultores franceses preocupados com a conclusão de um acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul. Os produtores rurais temem uma invasão de produtos brasileiros e argentinos, em especial carne] 

21-2-2018 - RFI & Agricultores franceses protestam contra acordo UE-Mercosul [Milhares de agricultores protestaram nesta quarta-feira (21) em todo a França contra a possibilidade de um acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul]

21-2-2018 - Le Parisien & Pourquoi les agriculteurs manifestent leur colère [Selon les organisateurs, quelque 20 000 agriculteurs ont manifesté mercredi dans près de 90 départements. Une délégation de jeunes sera reçue ce jeudi par Emmanuel Macron. Le point sur leurs revendications]

1-2-2018 - The Guardian & UK launches nationwide review of meat processing plants [Renewed focus on food safety comes after ‘serious incidents’ at 2 Sisters and Russell Hume]

20-1-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)O "HIMP" piorado que tenta privatizar a fiscalização agropecuária

29-12-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Exportação de carne: Brasil e Itália no topo das notificações dos sistemas RAPEX e RASFF da UE [Porém, segundo a Stericycle Expert Solutions, as notificações (comparação entre o segundo e o terceiro trimestres deste ano) contra a carne avícola importada do Brasil caíram de 223 para 137]

7-12-2017 - Gazeta do Povo & Juiz da Carne Fraca envia citação a deputado federal do Paraná ao STF [Sérgio Souza (PMDB) foi citado por um dos réus da operação como beneficiário de uma “mesada” paga pelo esquema investigado] 

7-12-2017 - Estadão & Homem da JBS na Carne Fraca confessa corrupção à Justiça [Flávio Evers Cassou admite que pagava propina a fiscais do Ministério da Agricultura em depoimento a juiz federal Marcos Josegrei da Silva e decifre conversas cifradas e cita repasses a políticos do PMDB]

7-12-2017 - Gazeta do Povo & Carne Fraca: veterinário cita “mesada” a deputado do Paraná; assista

27-12-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O relatório Final Report of an Audit Carried out in Brazil da DG SANTE da União Europeia (UE)
Auditoria europeia aponta que o serviço brasileiro de inspeção de produtos de origem animal "não está totalmente ou efetivamente implementado e tem inúmeras falhas"]

06-12-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da DIREX: Os bastidores nada republicanos [Os grotescos bastidores nada republicanos de uma atividade exclusiva e típica de Estado, indelegável ao setor privado e que deveria ter como obrigação institucional a preservação do interesse público em benefício da população]

14-11-2017 - Carta Maior & Acordo entre Mercosul e União Europeia é pior que a ALCA [Acordo negociado sob estranha norma de confidencialidade traz enormes desvantagens, mas elas só afetariam os países do Mercosul.]

3-10-2017 - Food Navigator & DG SANTE slams 'shortmomings' in Brasil meat audit [An audit of the Brazilian official control system for beef, horse and poultry meat has found it is not fully or effectively implemented and has numerous shortcomings, acoording to a long-awaited report]

2-10-2017 -  The Irish Farmers Association - IFA & EUROPEAN COMMISSION FINAL REPORT OF AN AUDIT CARRIED OUT IN BRAZIL FROM 02 MAY 2017 TO 12 MAY 2017 [ Summary - The report describes the outcome of an audit carried out by Directorate-General for Health and Food Safety in Brazil from 2 to 12 May 2017. The objectives of the audit were to evaluate the operation of official controls over the production of beef, horse and poultry meat and products derived therefrom destined for export to the European Union, the certification procedures the measures taken by the Brazilian authorities in response to Rapid Alert Notifications as well as in response to the recent police investigations in the meat sector, in particular in EU approved export establishments]

22-7-2017 - MarketWatch & USDA suspends Brazilian fresh-beef imports

14-7-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Opinião da DIREX: A fiscalização agropecuária estatal está sob ataque 

23-6-2017 - Rádio França Internacional (RFI) & Estados Unidos suspendem importação de carne brasileira [Os Estados Unidos suspenderam nesta quinta-feira (22) a importação de carne bovina fresca procedente do Brasil "devido a problemas recorrentes sobre a segurança sanitária dos produtos destinados ao mercado norte-americano", segundo informações do comunicado oficial do Departamento de Agricultura do país (USDA]

23-6-2017 - El País & Em novo golpe à exportação, EUA suspendem compra de carne fresca do Brasil [Revés acontece meses após Operação Carne Fraca, que levou norte-americanas a elevar inspeção]

23-6-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Problemas sanitários faz EUA suspenderem importação de carne do Brasil [A Afisa-PR já alertava para a gravidade da situação, pois o The Food Safety and Inspection Service (FSIS) monitorava, muito antes da deflagração da Operação Carne Fraca, a qualidade da inspeção brasileira de produtos de origem animal]

13-6-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)PLS 326/2016: Afisa-PR critica convocação de Caiado 

9-6-2017 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Produtos de origem animal: Relatório do Ministério da Agricultura aponta ilegalidade no SIE do Paraná ["O modelo de inspeção do Paraná, com médico veterinário vinculado à empresa privada realizando inspeção, infringe os artos. 9º, § 6º, incisos II, III e VI, e 133, incisos II, III e VI do Decreto nº 5.741/2006. Além disso, infringe as Leis nº 1283/50, nº 7889/89, nº 8171/91 e a Constituição Federal, Art. 37, inciso II" - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)]

1-4-2017 - IHU & Adulteração de alimentos e a lógica do agronegócio

26-3-2017 - IHU & A carne é fraca e os alimentos não são mercadorias [Em agosto de 2016, foi lançado o PlanoAgro+ pelo Governo Federal, o qual conta com 69 medidas imediatas (de quase 300 previstas) de redução da fiscalização sanitária - isto é, são medidas afetas à saúde pública, adotadas por Blairo Maggi, Ministro da Agricultura, sob o pretexto de que cabe ao mercado punir quem não produz como se deve]

22-3-2017 - Gazeta do Povo & Maior parte dos “fiscais da carne” é contratada pelos próprios frigoríficos [Sem estrutura e funcionários em quantidade suficiente, Ministério da Agricultura conta com “olheiros” das próprias empresas na linha de abate]

19-6-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Inspeção privatizada de carne avícola nos EUA: A verdade sobre a chocante 'norma do frango' [Segurança alimentar: A chocante 'norma do frango' nos EUA! É isso que certas autoridades querem impor ao Brasil?]

26-5-2016 - Food & Water Watch & The Dirty Truth about the Filthy Chicken Rule [More and more poultry comes from plants with very little government inspection. How can you be sure you’re serving poultry that’s safe to eat?]

3-9-2016 - De Olho nos Ruralistas & Maggi reduz fiscalização sanitária: “É o mercado que vai punir quem faz coisas erradas”

24-8-2016 - TVNBR & “Fiscalização do agronegócio será concentrada em áreas de maior risco, diz ministro” 

8-10-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)PLS 326/2016: Afisa-PR encaminhou carta ao seu relator no Senado 

31-10-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)PLS nº 326 de 2016: "Modus operandi" importado? 

7-7-2016 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR)Contra o PL 334/2015, a Afisa-PR encaminha carta ao seu relator, deputado Onyx Lorenzoni

1-12-2015 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & 15 - Afisa-PR & Grupo de trabalho apresenta proposta de reestruturação do SISBI/POA

26-6-2015 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & União Europeia rejeita privatização da inspeção de produtos de origem animal [A Comissão Europeia publicou em seu portal oficial o relatório final da auditoria de maio 2012 em que seu pessoal conduziu sobre o sistema de inspeção de carne australiana e concluiu que o seu sistema privatizado não estava em conformidade com os regulamentos de segurança alimentar da União Europeia]

 

Veja também o  Facebook da Afisa-PR e   @AFISAPR da Afisa-PR