Afisa-PR

Opinião da Direx: o que patrocinam, envergonha, desvaloriza e prejudica os fiscais agropecuários de campo de boa-fé

Os fiscais agropecuários de campo de boa-fé já são muito bem representados há 16 anos por uma política associativa autêntica, autônoma e independente! É esta altiva, honesta e verdadeira representação que tentam impedir no seio da categoria!

 

 

O que patrocinam, envergonha, desvaloriza e prejudica os fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público. Lamentável, mas esta é a única verdade!  Vejam vocês: todos eles, sem exceção, comissionados ou ex-comissionados da situação já em fim de linha, pagos (ou já foram pagos) para atender exclusivamente os interesses da situação; interesses que evidentemente confrontam com as justas e legítimas reivindicações de todos os servidores envolvidos. Tanto é assim que eles jamais atenderam uma reivindicação que fosse feita pelos servidores envolvidos. Porém, eles têm tempo de sobra para “preparar” o “ambiente perfeito” para que os patrões a quem servem com lealdade incondicional entreguem o presente de grego — não é a ideia, o problema é o que se esconde por trás dela!

Essa turma toda trabalha para uma situação que, nos últimos anos, negou respeito, valorização profissional e justiça salarial; essa turma toda trabalha para uma situação que ontem (10) negou até os pífios 2,76% de “reajuste”, quando já nos deve 8,53% do ano passado, fora a diferença pendente da data-base de 2015!

Vejam vocês: um dessa turma, inclusive, também é candidato para não sei o que em uma “eleição” que, no nosso julgar, foi subtraída da parte legitima: ora, quem é bem orientado ou informado votará em “representante” que é comissionado da situação? Comissionado deve confiança e lealdade para quem o nomeou ou designou, e não para os servidores! Outro é sindicalista de longa data, porém, à luz do nosso conhecimento, nada fez até hoje de concreto ou relevante em favor da valorização profissional com justiça remuneratório que pudesse beneficiar os fiscais agropecuários de campo. Este sindicalista alguma vez ousou confrontar a situação? É claro que não! Prefere esconde-se atrás da sua imunidade sindical!

A Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) não permitirá que essa turma toda continue a atuar para tentar ultrajar uma legal e legítima associação de classe, que existe há quase 16 anos e que conta com um valoroso e riquíssimo  histórico de serviços prestados em benefício dos fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público! Não admitiremos também que essa turma toda continue a orquestrar a imposição de mais prejuízos contra os justos e legítimos interesses dos fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público, que se manifestam através de humilhação, de desrespeito, e de desvalorização profissional com injustiça remuneratória.

Injustiça remuneratória, alertamos vocês, que não prejudica todo o conjunto dos fiscais agropecuários, mas apenas uma parcela, infelizmente, a maioria, por isso, a minoria em nichos de conforto remuneratório, não mostra empatia e solidariedade pelo sofrimento alheio. 

E também, alertamos vocês, existem aqueles que estão há muito tempo muito bem instalados em nichos de conforto, muito bem delimitados e à vista de todos, remunerados com comissões para defender os interesses da situação, sim, isto mesmo (!?), defender os interesses da situação — interesses que são conflitantes e que não combinam com nossas justas e legítimas reivindicações —, e também há muito tempo estão longe do serviço duro que é feito pelos fiscais agropecuários de campo! O que esta turma fez até hoje em favor da dignidade, do respeito, da valorização profissional e da justiça remuneratória? Vocês sabem muito bem! Essa turma, já em fim de linha, no apagar das luzes, agora aparece com manjado presente de grego — não é a ideia, o problema é o que se esconde por trás dela, atenção para isto! —; presente de grego este com a intenção implícita de manter e perpetuar o atraso em detrimento de cada fiscal agropecuário de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem-estar coletivo e com o interesse público.

Há muitos anos, desde o começo, os que são remunerados para atender os interesses da situação, tentam de todas as formas embaraçar a política associativa autônoma, autêntica e independente que há quase 16 aos é desenvolvida pela Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR). Por isso, nunca respeitaram o direito constitucional garantido à livre associação entre os fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público. Todas as ilegalidades que praticaram contra a livre associação de classe foram humilhantemente derrotadas no âmbito da Justiça do Paraná.

Os que são remunerados para servir os interesses da situação, ao agredirem a legitimidade e a representatividade da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR), em nome da “preservação” de um ilusório “projeto de poder” individualista, em decorrência, também atuam para impedir que os fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público, de forma unida e organizada coletivamente em torno do associativismo de classe autêntico, autônomo e independente, sem que se aceite cabresto vindo de preposto comissionado da situação, reconstrua (implodido por quem?) o poder reivindicatório da categoria, como única condição capaz de permitir o acesso ao justo e legítimo direito que temos à dignidade, ao respeito e  à plena valorização profissional com justiça remuneratória.

Vamos dar um rotundo não para toda essa turma que se beneficia de nichos de conforto!  Vamos atuar incansavelmente para revelar a verdadeira face de toda essa turma para cada fiscal agropecuário de campo de boa-fé!

Essa turma toda jamais será a “dona” do destino dos fiscais agropecuários de campo de boa-fé, de conduta íntegra, trabalhadores e comprometidos com o bem comum e com o interesse público! Não deixaremos!

 

Veja também o  Facebook da Afisa-PR e   @AFISAPR da Afisa-PR