Afisa-PR

Irlanda: indústria da carne defende fiscalização agropecuária pública e regulamentação mais severa

Concorrência estrangeira da carne: indústria da carne irlandesa afirmou que está em vigência para a carne bovina um regime de fiscalização pública "que garante os mais elevados padrões de conformidade" exigidos pela regulamentação da União Europeia (UE); na Irlanda a fiscalização é pública e diária e os fiscais agropecuários do estado estão baseados em caráter permanente nos frigoríficos. Quem conquistará o comércio estrangeiro de carne: a "inspeção" privada auditada de vez em quando ou a fiscalização agropecuária pública, diária e feita por fiscais agropecuários do estado?

Ireland: Meat industry advocates public agricultural inspection and more severe regulation & Foreign meat Competition:  The Irish meat industry has stated that it is in the presence of a public inspection regime for beef "which guarantees the highest standards of conformity" required by the European Union (EU) regulation; In Ireland the inspection is public and daily and the public inspectors tax is based on a permanent basis in the refrigerators. Who will conquer the foreign trade of meat: The private "inspection" audited once in a while or the public agricultural supervision, daily and made by agricultural tax authorities of the state?

n Irlanda

Crédito imagem: Glanbia Connect

 

Segundo a noticia Carcass dressing standards 'properly applied across the board' (por Sylvester Phelan) da AgriLand de 21 de dezembro de 2018, a Meat Industry Ireland (MII), que representa a indústria frigorífica da Irlanda, defendeu a fiscalização agropecuária pública e a regulamentação implementada nos nos frigoríficos irlandeses, descrevendo-os como tendo um alto nível de conformidade e acrescentando que o sistema de fiscalização será ainda mais aprimorado a partir de 1º de janeiro.

 

 

A MII divulgou um comunicado em resposta ao relatório publicado no último dia 21 pelo Department of Agriculture, Food and the Marine (DAFM), dos frigoríficos não conformes que foram notificados por excessiva prática de aparamento de carcaças1.

A MII afirmou que está em vigência para a carne bovina um regime de fiscalização pública "que garante os mais elevados padrões de conformidade" exigidos pela regulamentação da União Europeia (UE).

De acordo com a MMI, o DAFM realizou mais de 500 fiscalizações não anunciadas em todos os frigoríficos de carne bovina, inspecionando mais de 55.000 carcaças por ano. Os resultados dessas fiscalizações não anunciadas, publicadas pelo DAFM, mostraram um "nível muito alto de conformidade e aderência" à regulamentação exibida pela UE para a carne bovina.

Segundo a notícia, "além disso, o regime de fiscalização do DAFM sobre o aparamento de carcaças vem sendo aprimorado, com o início do monitoramento diário por parte dos fiscais agropecuários do estado em todos os frigoríficos irlandeses. Os fiscais agropecuários do DAFM estão baseados em caráter permanente nesses frigoríficos. "Esse será um regime muito mais intenso do que ocorre em qualquer outro Estado-membro da UE", disse o comunicado do DAFM.

Segundo a MII, nos últimos três anos, no total, cerca de 47 penalidades foram aplicadas pelo DAFM contra os frigoríficos, importando 0,03% das carcaças inspecionadas. "Essa é uma quantidade muito pequena e demonstra claramente que os padrões de aparamento de carcaças são feitos adequadamente em toda a linha de corte".

"Contestações em contrário são simplesmente incorretas. Mesmo nos incidentes isolados em que uma penalidade foi aplicada pelo DAFM, o peso real do corte em excesso na maioria dos casos não passou de mais de um quilo". Para "acalmar ainda mais as preocupações dos criadores", no dia 4 de dezembro o MII informou ao ministro da Agricultura, Michael Creed, que os frigoríficos de carne concordaram na introdução de uma indenização em favor dos criadores de gado para que haja "adequada reflexão por qualquer perda de valor" entre os frigoríficos nos casos em que o DAFM aplicou uma multa por não conformidade.

O pagamento dessa indenização valerá a partir do dia 1º de janeiro, a fim de que coincida com a introdução da intensificação do monitoramento público aprimorado por parte do DAFM.

Essa indenização deverá ser identificada "no boletim de remessa de pagamentos", para que os criadores também saibam que o governo aplicou uma penalidade contra o frigorífico, acrescentou o MII.

Os frigoríficos de carne bovina continuarão a cooperar com o DAFM para "garantir a implementação completa e adequada do regulamento previsto para o aparamento de carcaças", concluiu a MII.

________

1 Prática utilizada para resolver visível contaminação da carne por fezes, leite e urina na linha de produção.

 

Matérias vinculadas:

12-1-2019 - Pig Progress & Interview: What to expect from Brazil’s new ag minister [As of this month, the Bolsonaro administration has taken power in Brazil. In the new right-wing government, Tereza Cristina has been appointed minister of agriculture, livestock and supply. Key themes will be deregulation, self-inspection and investments]

3-1-2019 - Food Safety News & EU labs earn high marks on Salmonella typing test [A quality control test on Salmonella typing has revealed positive results among European laboratories. National Reference Laboratories (NRLs) of the 28 European Union member states were able to assign the correct name to 98 percent of the strains tested]

3-1-2019 - Reuters & Brazil meat exports slump on trade bans, logistics issues [Export sales by Brazilian meat processors lagged last year as trade bans and a domestic truckers’ strike weighed on their ability to serve major customers like Russia and the European Union, according to data released by trade group ABPA on Thursday]

22-12-2018 - O Estado de S.Paulo & Futura ministra quer acabar com inspeção diária em frigoríficos do País [Escolhida para comandar o Ministério da Agricultura, Tereza Cristina defende que cada produtor inspecione suas unidades]

22-12-2018 - Veja & Futura ministra quer o fim da inspeção diária em frigoríficos no Brasil [Tereza Cristina quer mudar processo de inspeção de carnes produzidas no país; atual ministro disse que medida vai contra exigência de comprador estrangeiro]

 

 

21-12-2018 - AgriLand & Carcass dressing standards 'properly applied across the board' [Meat Industry Ireland (MII) has defended the inspection and standards system in place in meat plants across the country, describing it as having a very high level of compliance and adding that it is set to be "further enhanced" as of January 1. The representative group released a statement in response to the Department of Agriculture, Food and the Marine publishing a list of meat factories which were guilty of excessive carcass trimming this evening (Friday, December 21)]

 

 

19-12-2018 - Food Safety News & Austria investigates increase in Salmonella cases [Austrian authorities are investigating an increase in cases of Salmonella Coeln. In August and September, cases caused by the pathogen Salmonella Coeln cluster type (CT) 1768 occurred in several Austrian provinces.The Austrian Agency for Health and Food Safety (AGES) said the accumulation of infections indicates a possible transmission through food but there is currently no indication as to the source of the outbreak]

12-12-2018 - European Food Safety Authority (EFSA) & Zoonotic diseases: progress has stalled [There were only minor fluctuations in reported cases of three main zoonotic diseases in the EU last year compared to 2016. The number of reported cases of salmonellosis and campylobacteriosis has remained stable over the past five years, although listeriosis continues to rise. After several years of decline, salmonellosis cases in the EU have flattened out. In 2017 the number fell slightly from 94,425 to 91,662 but the downward trend that began in 2008 has stalled in recent years. These are the main findings of the annual report on trends and sources of zoonoses published today by the European Food Safety Authority (EFSA) and the European centre for Disease Prevention and Control (ECDC)]

4-12-2018 - Food Safety News & G20 side deal re-establishes raw beef trade between U.S. and Argentina [(...) "Although Argentina has been eligible to export cooked and ready-to-eat processed beef products to the United States, it has not been eligible to export raw beef products for several years," according to the U.S. Department of Agriculture’s Food Safety and Inspection Service (FSIS). "Upon completion of an audit of Argentina's inspection system for beef slaughter and further processing, FSIS reinstated Argentina’s raw beef equivalency and has determined Argentina as eligible to export raw beef to the U.S. from cattle slaughtered on and after Nov. 27, 2018"]

1-12-2018 - El País & Agrotóxicos: ameaça à soberania econômica nacional [O chamado PL do Veneno, que fragiliza o processo de registro e de controle do veneno agrícola, pode comprometer a posição brasileira na disputa por mercados. (...) Em 2017, outro importante segmento do agronegócio foi abalado por denúncias que expuseram a fragilidade do nosso controle sanitário. A operação "Carne Fraca" levantou preocupações com conflitos de interesses e deficiências no processo de fiscalização. Os importadores endureceram os testes e ampliaram os lotes de produtos rejeitados. Mais do que os prejuízos econômicos imediatos – China, Chile, Coreia do Sul e União Europeia suspenderam importações –, a fraude e a desconfiança em relação à fiscalização puseram em xeque a qualidade dos nossos produtos, reduzindo mercados (...)]

26-11-2018 - Gazeta do Povo & Juiz condena chefe do esquema da Carne Fraca em Londrina e mais dez pessoas [Entre os condenados também está o delator do esquema, Daniel Gonçalves Filho, ex-fiscal do Ministério da Agricultura]

26-11-2018 - G1 & Justiça condena 11 pessoas em nova sentença da Operação Carne Fraca [Processo apurou núcleo em Londrina, no norte do Paraná, onde, de acordo como MPF, fiscais do Mapa receberam propina para beneficiar empresas da região. A Justiça Federal condenou, nesta segunda-feira (26), 11 pessoas em uma nova sentença da Operação Carne Fraca – que apura irregularidades no âmbito da Superintendência Federal de Agricultura no Estado do Paraná (SFA/PR), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O processo apurou o pagamento de propina, entre 2014 e março de 2017, por empresários do ramo de produtos de origem animal, para servidores do Mapa que atuavam na Unidade Técnica Regional de Agricultura (Ultra) de Londrina, no norte do Paraná, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF). Segundo o MPF, os empresários pagavam propina aos servidores públicos para evitar fiscalizações ou então para que irregularidades nas indústrias fossem ignoradas]

19-11-2018 - Agência Brasil & Secretário defende manutenção de programas da Agricultura [(...) O foco da apresentação será a proposta sobre uma nova forma de inspeção de carnes, elaborada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), utilizando escâneres e sistemas de inteligência artificial para identificar eventuais problemas e doenças. Hoje o trabalho é feito por fiscais. Segundo o secretário-executivo do ministério, Eumar Novacki, Tereza Cristina sinalizou interesse na iniciativa (...)]

s/d - Food Integrity Campaign & Stop Trump's Pork Rule

s/d - Food Integrity Campaign & Chemical Hazards in Meat and Poultry Processing [It is routine industry practice to use chemicals to reduce pathogens in meat products, and in poultry products particularly. FIC finds, however, that use of these chemicals can cause more harm than good]

15-11-2018 - Food Safety News & USDA won’t name turkey plants, despite 164 illnesses and 1 death [In its most recent update, the CDC reported 164 people across 35 states have been confirmed infected with the relatively rare and virulent strain of Salmonella Reading. At least 63 have been admitted to hospitals. One person has died]

26-10-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Segurança alimentar: alimentos inseguros custam US$ 110 bilhões por ano aos países de baixa e média renda [Estudo do Banco Mundial: seu economista agrícola líder e co-autor do estudo, Steven Jaffee, afirmou que os governos dos países de baixa e média renda — caso do Brasil, citado nesse estudo — precisam ser mais inteligentes para investir em segurança alimentar e monitorar o impacto das intervenções que fazem & Food security: Unsafe food costs US $110 billion per year to low and middle-income countries & World Bank Study: it´s leading agricultural economist and co-author, Steven Jaffee, said the governments of the low-and middle-income countries — the case of Brazil, cited in this study — need to be smarter to invest in food security and Monitor the impact of interventions that make]

3-9-2016 - De Olho nos Ruralistas & Maggi reduz fiscalização sanitária: “É o mercado que vai punir quem faz coisas erradas” [Imprensa avalizou medidas anunciadas no dia 24/08; PlanoAgro+ prevê centenas de medidas de desoneração do agronegócio e fiscalizações apenas “pontuais”]

24-8-2016 - TVNBR & “Fiscalização do agronegócio será concentrada em áreas de maior risco, diz ministro”