Afisa-PR

MP-PR investiga a fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados

"A necessidade de investigar a ADAPAR"

 

 

Em virtude da representação da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Paraná (Afisa-PR), o Ministério Público do Estado do Paraná (MP-PR) instaurou um inquérito civil para investigar a atuação da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) na fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados ao longo das regiões fronteiriças interestaduais do Paraná.

Entre outras considerações, o MPPR alega: 

1 - "Que é obrigatória a fiscalização do trânsito nacional e internacional, por qualquer via, de animais e vegetais, seus produtos e subprodutos, qualquer outro material derivado, equipamentos e implementos agrícolas, com vistas à avaliação das suas condições sanitárias e fitossanitárias, e de sua documentação de transito obrigatória";

2 - "Que, o teor do artigo 6º, inciso I, do CDC, é direito básico do consumidor a proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos";

3 - "Que os produtos e serviços colocados no mercado de consumo não acarretarão riscos à saúde ou segurança dos consumidores, conforme disciplina o artigo 8º do Código de Defesa do Consumidor";

4 - "A necessidade de investigar a ADAPAR".

Na data de 18/08/2016 o MPPR prorrogou, com fundamento no art. 9º da Resolução PGJ 1928/2008, por mais um (1) ano o término da investigação.

A Afisa-PR, com essa representação, cumpre a sua obrigação estatutária de atuar pela preservação do interesse público em fiscalização agropecuária pública, visto que é inadmissível que o Paraná ainda não conte com um adequado e satisfatório sistema de fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados ao longo das regiões fronteiriças com os estados de São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

 

Em julho de 2018, o MPPR arquivou o Inquérito Civil MPPR-0046.15.044039-7

O Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR), entre outras coisas, pela necessidade de investigar a autarquia de fiscalização agropecuária do estado, chegou a instaurar o Inquérito Civil MPPR-0046.15.044039-7, porém, sob a alegação da "continuidade normal das atividades de fiscalização do trânsito agropecuário" optou pelo arquivamento do procedimento.

O extraordinário é que, em oposição à justificativa de arquivamento do Inquérito Civil em questão, a notícia Execução do programa de prevenção da aftosa está em dia e PR deve suspender vacina do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) de 5 de dezembro de 2018, informa que "O Paraná deve antecipar de 2021 para maio do ano que vem a retirada da vacinação contra a febre aftosa, se resolver pequenas inconformidades verificadas, como a necessidade de melhorias em postos fiscais". 

E surpreende o fato que a autarquia de fiscalização agropecuária do Paraná informa oficialmente em seu portal oficial na internet, "Localização dos Postos de Fiscalização do Trânsito Agropecuário" — situação em 2017 — que "existem" 33 postos físicos de fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados, porém, o Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR) relata o contrário em seu despacho de 21 de junho de 2018: "O relatório de fl. 463 demonstra que atualmente existem no Estado do Paraná vinte PFTA em funcionamento, e outras dez, funcionando em status 'compartilhado'". 

A Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) tinha a expectativa de que o Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR) apurasse as condições atuais do "sistema de fiscalização do trânsito de animais, vegetais e seus produtos derivados" da autarquia de fiscalização agropecuária e a obrigasse a conformar as eventuais não conformidades à legislação mandatária superior.

Modificado em 9-10-2018 em 00:02

 

Matérias vinculadas

7-9-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & Opinião da Direx: peste suína africana (PSA) fora de controle? [Com o aumento da velocidade da batalha global contra a PSA, setores da iniciativa privada vinculados aos negócios da agropecuária e os governos de passagem pelo poder não deveriam contar apenas com a sorte...] - Opinion of Direx: African swine fever (PSA) out of control? - With the speeding up of the global battle against ASF, sectors of the private initiative linked to the agribusiness business and the governments of passage by the power shouldn't rely on luck...

11-08-2015 - Afisa-PR & Afisa-PR informa à OIE precariedade na fiscalização do trânsito de animais no Paraná - Afisa-PR denounces to the OIE the precariousness in the animals traffic inspection in the Parana, Brazil

18-07-2015 - Afisa-PR & A verdade sobre a febre aftosa no Paraná - The true about FMD in the State of Parana, Brazil

19-05-2015 - Afisa-PR & Diagnóstico da Afisa-PR sobre o monitoramento sorológico da febre aftosa nas áreas de fronteira do Paraná  - Diagnosis of the Afisa-PR about serological monitoring for FMD in Parana's border areas