Afisa-PR

Agrotóxicos na sua mesa: segura este abacaxi!

Greenpeace lança relatório sobre agricultura brasileira e novos testes de alimentos para mostrar como os agrotóxicos acabam na  mesa da sua família

 

Segura este abacaxi agrotoxicos Greenpeace

 

Com base nas informações do Greenpeace: "Nosso modelo de produção, distribuição e comercialização de alimentos está totalmente distorcido. Produz muito, mas não produz comida saudável e ao alcance de todos. Baseado no uso intensivo de agrotóxicos, esse sistema causa sérios impactos no meio ambiente e na saúde da população. É sobre isso que trata o novo relatório Segura este abacaxi: os agrotóxicos que vão parar na sua mesa do Greenpeace. 

Além de trazer um panorama sobre a agricultura brasileira, apresentamos neste relatório os novos testes toxicológicos que realizamos em diversos alimentos comuns da dieta dos brasileiros. É fato: estamos comendo comida com veneno todos os dias.

A conjuntura política atual piora muito esse cenário. Agendas como a de meio ambiente e de direitos sociais viraram moeda de troca barata para a permanência do presidente no cargo, mantida graças ao apoio da maior frente parlamentar do Congresso Nacional, a bancada ruralista, e na linha de frente desta ofensiva está o incentivo ao uso de mais agrotóxicos na produção de alimentos, resultando, invariavelmente, em mais veneno no nosso prato e no de nossas crianças.

Submetemos à análise mamão-formosa, tomate, couve, pimentão verde, laranja-pera, banana-prata, banana-nanica, café, arroz integral, arroz branco, feijão preto e feijão-carioca. Mais da metade das amostras continha resíduos de agrotóxicos, sendo que foram detectadas substâncias proibidas para determinados alimentos e pesticidas acima do limite permitido por lei. Como se não bastasse, foram detectadas substâncias banidas em outros países e também um agrotóxico proibido no Brasil.

Além de mostrar as consequências desse problema, tanto no meio ambiente como na saúde das pessoas, trazemos uma análise sobre a forma de se produzir alimento no Brasil. O agronegócio depende totalmente do uso de agrotóxicos, e tenta transformar a natureza em indústria, esgotando o solo, contaminando os cursos d’água, acabando com a biodiversidade e contribuindo para o aquecimento global. No final desse processo, o resultado também está em nosso prato. Essas substâncias acabam indo para a mesa do brasileiro, na sua comida, dos seus filhos e da sua família".

 

#ChegaDeAgrotóxicos

Não podemos mais engolir tanto agrotóxico

Assine já pela aprovação da Política Nacional de Redução de Agrotóxicos

 

Notícias vinculadas:

9-11-2018 - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) & O relatório da ONU contra os agrotóxicos não pode ser esquecido ["Usar mais agrotóxicos não tem nada a ver com a eliminação da fome. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), somos capazes de alimentar 9 bilhões de pessoas hoje. A produção está definitivamente aumentando, mas o problema é a pobreza, a desigualdade e a distribuição [de alimentos]". — Hilal Elver, relatora especial da ONU sobre o direito à alimentação]

12-4-2018 - Greenpeace Brasil & Como os impostos moldam a nossa alimentação [O abismo de taxação entre alimentos industrializados e opções saudáveis, além das enormes isenções de impostos para os agrotóxicos, minam o direito de escolha do consumidor e afetam a saúde da população]

29-9-2017 - Brasil de Fato & Projeto de Lei que institui política de redução de agrotóxicos está parado na Câmara [Movimentos populares e parlamentares de oposição criticam demora; criação de comissão depende de presidente da Casa]

1-11-2017 - Brasil de Fato & Metade dos alimentos no Brasil contém agrotóxicos, diz estudo do Greenpeace [Movimentos populares fazem campanha para aprovar uma Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNARA)] 

Portal de Dados Abertos Sobre Agrotóxicos

 

Attachments:
Download this file (agricultura-toxica.pdf)agricultura-toxica.pdf[2017 - "Agricultura tóxica: Um olhar sobre o modelo agrícola brasileiro" ]3025 kB
Download this file (resultados-teste-greenpeace-2017.pdf)resultados-teste-greenpeace-2017.pdf[ ]58 kB
Download this file (segura-este-abacaxi.pdf)segura-este-abacaxi.pdf[ ]3994 kB