Má gestão pública retarda a área livre de peste suína clássica - State of Parana: Inefficient public administration preclude free zone for Classical Suine Fever

 

O grande problema é a má gestão pública 

 

O governo almeja a condição do estado como zona livre de peste suína clássica. Há de se considerar, no entanto, que esta doença viral é altamente contagiosa, causada por um vírus do gênero pestivirus, família Flaviviridae, e suas características epidemiológicas aliadas à deficiente fiscalização do trânsito de animais e seus produtos derivados, impedem ou retardam o reconhecimento da zona livre junto à OIE - Organização Mundial de Saúde Animal.

Além do mais, não basta obter o reconhecimento de zona livre, mas também o de manter essa condição. No entanto, não é adequada a atual estrutura de fiscalização e de vigilância do trânsito animal e seus produtos derivados ao longo das regiões fronteiriças do estado com outros estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina, e dos países Paraguai e Argentina. Essa inadequação implica que cargas de suínos procedentes de estados e países vizinhos, que podem estar infectados com o vírus essa doença, ingressam no estado a qualquer momento, clandestinamente, e sem controle oficial de vigilância e defesa sanitária animal. Há comprovada deficiência estrutural de controle do trânsito de animais e seus produtos derivados nas regiões fronteiriças do estado, especialmente, nas regiões que compreendem os municípios de Barracão, Guaíra e Foz do Iguaçu.

Leia mais:Má gestão pública retarda a área livre de peste suína clássica - State of Parana: Inefficient...

Diagnóstico da Afisa-PR sobre o monitoramento sorológico da febre aftosa nas áreas de fronteira do Paraná (Diagnosis of the Afisa-PR about serological monitoring for FMD in Parana's border areas)

 

Imagem crédito: www.gmoutlook.com

 

Monitoramento sorológico da febre aftosa nas áreas de fronteira do PR

Em novembro de 2011, o DSA - Departamento de Saúde Animal do MAPA - Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou o relatório final do monitoramento sorológico para avaliação da vacinação contra a febre aftosa na zona livre com vacinação [Monitoramento sorológico para avaliação da eficiência da vacinação contra a febre aftosa na zona livre/Relatório final/Novembro de 2011] para o ano de 2010. Foram colhidas 4.324 amostras de sangue de bovinos em diversas estados do Brasil. 

Attachments:
Download this file (Relatorio_avaliacao_eficiencia_vacinal_ZL_2010_final_2.pdf)Relatorio_avaliacao_eficiencia_vacinal_ZL_2010_final_2.pdf[Monitoramento sorológico para avaliação da eficiência da vacinação contra a febre aftosa na zona livre & Relatório final ]1326 kB
Download this file (Relatorio_efic_vac_fa_2014_13_4_2015_final.pdf)Relatorio_efic_vac_fa_2014_13_4_2015_final.pdf[Monitoramento sorológico para avaliação da eficiência da vacinação contra a febre aftosa na zona livre & Relatório final]7804 kB

Leia mais:Diagnóstico da Afisa-PR sobre o monitoramento sorológico da febre aftosa nas áreas de fronteira do...

Afisa-PR desliga-se do conselho de sanidade agropecuária por divergir da política pública para a fiscalização agropecuária

 

Afisa-PR got out of the  Agricultural Sanitary Council because diverges of the public policy for the agricultural inspection

 

A Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná optou por se desligar do Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária (Conesa) por divergir da "política pública" do atual governo oferecida à defesa agropecuária do estado. Na perspectiva da Afisa-PR, o Conesa não tem cumprido sua missão na exigência de gestão pública competente em benefício da promoção da saúde animal, sanidade vegetal, prevenção, controle e erradicação de doenças e pragas que causam danos à produtividade animal e vegetal, à economia e à sanidade agropecuária.

 

Veja também o   Facebook da Afisa-PR

Febre Aftosa: Afisa-PR não quis participar de Audiência Pública (FMD: Afisa-PR didn't want to participate of the public audience)

 

Discordâncias insuperáveis

 

A Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR), por discordar da falta de competência do governo estadual em turno na adequada condução da defesa e fiscalização agropecuária do Paraná, não quis participar da Audiência Pública “Paraná Livre da Febre Aftosa sem Vacinação” na Assembleia Legislativa do Paraná [The Association of the Inspectors of Agricultural Defense of the State of Parana, for consider incapable Richa's government in take in right way the agricultural inspection, didn't want to participate of the Public Audience "Parana free of FMD without vaccination" in the Parana House of Representatives]

Leia mais:Febre Aftosa: Afisa-PR não quis participar de Audiência Pública (FMD: Afisa-PR didn't want to...