Eleição para o Conselho de Administração: Servidores ingressam com mandado de segurança

 

Afisa-PR

Eleição para o Conselho de Administração: Servidores ingressam com mandado de segurança

Não à "eleição" tutelada pelo oficialismo chapa-branca!

 

 

A Direção Executiva (DIREX) da Afisa-PR - Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná decide se afastar da "eleição" patrocinada pela Portaria nº 253 de 2015.

Para a DIREX da Afisa-PR, a eleição do representante dos servidores da defesa agropecuária para o Conselho de Administração da autarquia de defesa agropecuária do Paraná já foi democraticamente e legitimamente realizada, conforme determina o art. 51 do Regimento Interno da própria autarquia de defesa agropecuária do Estado do Paraná. A Afisa-PR, portanto, critica os os termos da Portaria nº 253 de 2015 e o regimento eleitoral estabelecido.

Leia mais:Eleição para o Conselho de Administração: Servidores ingressam com mandado de segurança

MPF/DF quer impedir terceirização da fiscalização de produtos animais e vegetais

 

Afisa-PR

MPF/DF quer impedir terceirização da fiscalização de produtos animais e vegetais

Não à terceirização/privatização da atividade-fim

 

 

Atividade é típica de Estado e, por lei, deve ser executada exclusivamente por fiscais agropecuários federais. Em alguns locais foi detectada a presença de servidores comissionados, com vínculo precário, no Serviço de Inspeção Federal (SIF). MPF/DF quer que o Mapa nomeie os aprovados do concurso de 2014, na especialidade de medicina veterinária. O objetivo é impedir que os acordos de cooperação técnica com estados e municípios criem problemas futuros na saúde do consumidor, ao mercado econômico interno e até a confiança do Brasil no exterior.

O Ministério Público Federal (MPF) quer assegurar que a fiscalização da produção e venda de produtos de origem animal e vegetal seja feita exclusivamente por fiscais agropecuários federais. Para isso, propôs uma ação civil pública em que pede que a União seja obrigada a desfazer os acordos de cooperação técnica firmados com estados e municípios. Estas parcerias foram objetos de investigações que, segundo o MPF, evidenciaram uma irregularidade: o desempenho de uma atividade típica de Estado por pessoas que não são da carreira federal. A ação pede, ainda, que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nomeie candidatos aprovados em 2014 para o cargo de fiscal federal na especialidade medicina veterinária.

Leia mais:MPF/DF quer impedir terceirização da fiscalização de produtos animais e vegetais

OIE e seu Sexto Plano Estratégico (2016-2020)

 

Afisa-PR

OIE e seu Sexto Plano Estratégico (2016-2020)

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) tem se esforçado para melhorar a saúde animal, através de uma maior transparência da informação das doenças dos animais e de uma melhor regulamentação do comércio de animais e produtos de origem animal

 

 

[Tradução livre] Desde a sua criação em 1924, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) tem se esforçado para melhorar a saúde animal, através de uma maior transparência da informação das doenças dos animais e de uma melhor regulamentação do comércio de animais e produtos de origem animal. Para este fim, a Organização tem ao longo dos últimos 90 anos foi o desenvolvimento de normas com base científica para aprovação por consenso de seus países membros.

Além de seus pilares tradicionais de fixação de normas e transparência, o mandato da Organização tem vindo expandido para incluir ajudando os serviços nacionais de veterinária para lidar com os muitos desafios de saúde e bem-estar animal que enfrentam todos os dias.

Leia mais:OIE e seu Sexto Plano Estratégico (2016-2020)

Insegurança alimentar: CSB lança Moção de Repúdio contra o PL 334

 

Afisa-PR

Insegurança alimentar: CSB lança Moção de Repúdio contra o PL 334 de 2015

Não à privatização da inspeção oficial de produtos de origem animal!

 

 

Moção de Repúdio

26/02/2016

Plenária de evento que tem representantes do Sintap participando lança moção pública contra terceirização

Nós, integrantes da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), reunidos no segundo Congresso CSB, debatendo o futuro do trabalhador brasileiro, ante às ameaças em urdimento nos centros de poder do País – Executivo e Legislativo –, manifestamos nosso repúdio às propostas de terceirização das atividades-fim de funções estratégicas de servidores públicos.

Reportamo-nos, especialmente, ao PL 334/2015 que cogita entregar a inspeção sanitária a contratados temporários, ferindo legislação federal e todas as esferas do Governo  ameaçando a saúde pública com avaliações por profissionais não legalmente autorizados para a tarefa, que tramita celeremente pelo Congresso Nacional, com discreto, mas decisivo apoio do MAPA e do FONESA (Fórum Nacional de Executores de Defesa Sanitária), patrocinador da ideia.

Leia mais:Insegurança alimentar: CSB lança Moção de Repúdio contra o PL 334

Polícia apreende seis toneladas de carne estragada em Curitiba

 

PARANÁPORTAL

Polícia prende seis toneladas de carne estragada em Curitiba

Cerca de seis toneladas de carne bovina vencida, avaliadas em torno de R$ 120 mil no mercado varejista, foi apreendida pela Polícia Civil, no bairro Boqueirão, em Curitiba

Por Andreza Rossini

 

 

Cerca de seis toneladas de carne bovina vencida, avaliadas em torno de R$ 120 mil no mercado varejista, foi apreendida pela Polícia Civil, no bairro Boqueirão, em Curitiba.  A carga com o prazo de validade vencida desde o dia 31/01 do ano passado, foi localizada em um caminhão conduzido por um homem de 45 anos, preso em flagrante pela polícia pelo crime contra a relação de consumo.

Após uma semana de investigações, os policiais tinham a suspeita de que um caminhão carregado com uma carga de carne bovina estava com o prazo de validade vencida. Ao seguir as diligências e realizar a abordagem no veículo, os policiais constataram a irregularidade no produto.

Leia mais:Polícia apreende seis toneladas de carne estragada em Curitiba