NOTÍCIAS DA AFISA-PR

Opinião da DIREX: Lei 17.187/2012 vs Teor do protocolo 14.842.694-5

 

 

A Afisa-PR comparou as "propostas de alteração da Lei Estadual nº 17.187/2012" contidas no protocolo nº 14.842.694-5 com a citada lei.

A análise feita pela Afisa-PR e colaboradores1 é "Lei 17.187 vs Protocolo 14.842.694-5".

Seguem, abaixo, as alterações mais importantes:

1 - Com relação à progressão horizontal por antiguidade: 

Com o precioso auxílio de servidores do QPA que vieram em socorro à Afisa-PR na interpretação da proposta de “alteração da Lei Estadual nº 17.187/2012” (protocolo nº 14.842.694-5), com relação à tese preliminarmente suscitada de que: 

Leia mais...

Opinião da DIREX: Redução da fiscalização estatal e privatização motivaram o mais recente escândalo alimentar no Reino Unido

 

 

Crédito imagem: The Guardian 

 

No Reino Unido, onde a falida doutrina neoliberal impôs com sucesso a falácia do “estado mínimo”, obviamente, ocorreu uma drástica precarização dos serviços públicos prestados pelo Estado. Estes, no atacado, foram delegados para o setor privado.

A fiscalização estatal britânica de produtos de origem animal não passou incólume ao neoliberalismo privatizante, e os fiscais agropecuários do Estado foram afastados e substituídos por empregados remunerados pelos  próprios frigoríficos, para que “efetuassem” a badalada, porém, sem-vergonha “autofiscalização privada”, o paraíso idealizado pelos fraudadores da segurança alimentar da população.  

Em carta ao The Guardian, o professor Emeritus Erik Millstone, Freeman Center, Universidade de Sussex, Brighton, Reino Unido, enaltece seu  jornalismo investigativo -  e o The Guardian ostenta um dos maiores graus de transparência na imprensa mundial - que resultou na denúncia sobre os deploráveis padrões de controle higiênico-sanitários em um dos mais importantes frigoríficos processadores de carne de frango do Reino Unido, e que fornece seus produtos para muitos dos seus principais supermercados.

Leia mais...

Carne de frango: Reino Unido é sacudido por mais um escândalo alimentar

 

Crédito imagem: The Guardian & Nick Ansell/PA

 

Segundo o jornal britânico The Guardian em reportagem intitulada “M&S, Aldi and Lidl suspend buying from chicken plant that fiddles kill dates”, grandes redes de supermercados suspenderam a compra de carne de frango do maior fornecedor do país, após uma investigação da Guardian e da ITV News, que encontrou evidências de que procedimentos de segurança alimentar foram adulterados.

A investigação conjunta, que envolveu a realização de gravações secretas durante um período de 12 dias úteis dentro da planta de abate do maior fornecedor do país, evidenciou que:

a)  Lotes de carne de frango devolvidos pelos supermercados eram reembalados e reenviados novamente para serem comercializados aos consumidores;

b) Partes de carne de franco caídas no chão do frigorífico eram devolvidas pelos trabalhadores à linha de produção;

Leia mais...

Opinião da DIREX: O calote contra a data-base de 1º de maio de 2018

 

 

Causa-nos estranheza o "tom de surpresa" contido na nota distribuída pelos sindicatos que compõem o FES.

Como nunca acreditamos na ilusória possibilidade de "negociação" com o atual governo (sic) representado pelos seus prepostos comissionados de confiança tratamos, isso sim, de desencadear ações práticas capazes de efetivamente garantir os justos e legítimos interesses dos nossos sócios.

 

Leia mais...

DESTAQUES DA AFISA-PR

Vídeo 9/2017 da presidência da Afisa-PR

 

https://www.youtube.com/watch?v=_YhUdMmTC88&feature=youtu.be

 

Vídeo 9/2017 Este vídeo, da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR), melhor contextualiza a questão da progressão horizontal por antiguidade, entre referências, que a princípio suscitou preocupação entre a categoria. A comparação entre as tabelas vigentes e propostas (https://goo.gl/4yi9A5), permite interpretar que as tabelas propostas pelo governo preveem interníveis de dois anos (à exceção da progressão da C1 para C2), com internível de no mínimo três por cento, logo, em tese, não haverá prejuízo da progressão horizontal por antiguidade interníveis.

Este vídeo também é divulgado no Destaques da Afisa-PR (https://goo.gl/fGTdtr).

Vídeo 8/2017 da presidência da Afisa-PR

 

https://www.youtube.com/watch?v=eTnqpr6bleQ&t=332s

 

Neste vídeo, a Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR), atualiza, complementa e melhor contextualiza alguns dos temas tratados no vídeo 7/2017.

Na "proposta de alteração" sob protocolo 14.842.694-5 da Lei 17.187/2012, a Afisa-PR não admite nenhuma proposta que seja prejudicial à categoria. No entanto, é bem-vinda a proposta com capacidade de proporcionar valorização profissional e justiça salarial.

Leia mais...

Vídeo 7/2017 da presidência da Afisa-PR

 

https://www.youtube.com/watch?v=g43ieUSijRM&t=6s

 

Neste vídeo, a presidência da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR), em satisfação às dúvidas que surgiram, faz novas considerações à premente necessidade de a categoria resgatar seu potencial reivindicatório, bem com, das razões que levam a categoria a apostar todas as suas fichas na ampla negociação que será aberta pela Afisa-PR, a partir de 2019, junto ao novo governo estadual. A presidência da Afisa-PR trata também do protocolo nº 14.481.694-5, de 21/09/2017, o qual encaminha “proposta de alteração da Lei Estadual nº 17.187/2012”.

Leia mais...

Vídeo 6/2017 da presidência da Afisa-PR

 

https://www.youtube.com/watch?v=Ggtw9MKRP0g 

 

Neste vídeo, a presidência da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) fala sobre as consequências da aprovação do projeto de lei (PL) 556/2017, cuja lei derivada, chamada Lei do Teto limita os gastos públicos do estado, sobre a política de reajuste dos subsídios dos fiscais agropecuários do estado.

A categoria precisa resgatar seu potencial reivindicatório, instrumentalizá-lo & outorgá-lo à Afisa, pois sem estas providências, será muito difícil conquistar plena valorização profissional com justiça remuneratória em benefício de todos os fiscais agropecuários do estado.

Vídeo 5/2017 da presidência da Afisa-PR

 

https://www.youtube.com/watch?v=055-b5USH38&t=65s


Neste vídeo, a presidência da Associação dos Fiscais da Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (Afisa-PR) trata de dois importantes temas:
 
a) A análise mais acurada do texto da Lei do Teto estadual, que derivará do projeto de lei 556/2017, em tese, não restringirá a concessão do prometido aumento real do subsídio de início de carreira e

b) A suposta suspensão por parte do Tribunal de Justiça do estado, divulgada ontem (5-X) pelo jornal Gazeta do Povo, em prejuízo de algumas ações judiciais protocoladas que buscam a implantação do constitucional e legal reajuste salarial de 2017.